10.12.08

201

De tempos em tempos a gente se contradiz.

Eu, logo eu que sempre tive tanta convicção das minhas próprias idéias, ando duvidando até das minhas próprias dúvidas.
Definitivamente, não ando com paciência pra mim mesmo.

Quero menos teoria e mais abraço...
Pelo menos até a chuva passar.

16.10.08

200

TIRO AO EGO

Lá estou eu. Lugar mais alto do pódio. Bandeira no céu. Medalha de ouro em auto-conhecimento. Estádio da minha vida. Maracanã é pouco.
Mas não há platéia. Estádio completamente às moscas.
A quem dedicar o suor dessa vitória?
Será que há vitória sem reconhecimento, sem recompensa?

Ok, eu cheguei lá. Medalha de ouro e tal. Se houvesse repórter de televisão, responderia que sinto pena do amadorismo alheio.
Também sinto pena do sorriso alheio. Quando não é falso, é ingênuo.
Mas eu os vejo, e disparo contra eles o meu sentimento mais racional, o meu olhar mais reprovador.
Mas, e quanto a eles que sequer me notam? Que desconhecem o meu esforço, ou melhor, a minha existência.

Para o diabo com suas teorias, Seadini!
Meta-se já num copo de cerveja.
Meta-se já na mediocridade humana.
Busão de 10 em 10 minutos.
Estádio sempre cheio.

199

Não nos falta a atitude, falta-nos o porquê.

24.9.08

198

Não há nada mais triste do que um ser humano bem-sucedido.
Ser um ser bem-sucedido é viver com uma faca apontada para o próprio peito.

197

O maior inventor de todos foi responsável por apenas uma criação: Deus.

3.9.08

196

Não amadureça.
Amadurecer é submeter-se ao crivo alheio.
Aquele que amadurece deixa de lado tudo o que construiu sozinho e passa a fazer parte da boiada, que caminha em direção ao matadouro.
Todas as pessoas maduras que conheço são covardes.

Eu imploro: por favor, não amadureça!

16.7.08

193

Em muitos casos, existe mais verdade numa mentira do que na própria verdade em questão.
Nesses casos a mentira é tão mais verdade que a verdade, que só um canalha ousaria não contá-la.

192

Não há felicidade que satisfaça tamanha expectativa, tamanho desespero.
Logo a felicidade momentânea é descartada e volta-se os olhos na direção do horizonte, em busca da felicidade plena.
Deduzo que pra ser feliz é preciso abrir mão da felicidade.

30.6.08

191

Quem sou eu?
Depende, oras! Existe um de mim para cada pessoa que conheço.
Mas se queres saber, responda-me antes: quem és tu? O quê queres comigo? O quê tens para oferecer?...
Depois eu escolho quem serei (pra você).

190

Toda miltância é uma tentativa de ditadura.

11.6.08

14.5.08

183

Quem sou eu pra você?
Quem és tu para mim?
Eu sou o teu novo começo,
Tu és meu último fim.

5.5.08

182

Por verdade ou vaidade?
Sem resposta, guardo caneta e alarde.
Sem coragem, lanço-me aos pés do covarde
Que habita em meu corpo morto de saudade.

181

Diante do espelho a constatação: eu não valho muito a pena não.

15.4.08

178

Eu queria conhecer alguém de verdade.
Seja lá o que for, mas que não seja da boca pra fora.

177

É preciso generalizar.
Se eu disser que 90% das pessoas são imbecis, 90% das pessoas vão querer espremer-se entre os 10% de não-imbecis. Mas se eu disser que 100% das pessoas são imbecis, todos me odiarão, mas ao menos pensarão a respeito.

176

O Ser Humano é tudo, inclusive humano.

175

Eu tenho ido longe demais...
E quando volto pra casa, não há ninguém pra cuidar de mim, pra me fazer os curativos.
Isso é o que mais machuca.

173

As pessoas não são, vão.

171

Sou assim, poeta de mim, desespero do início ao fim.

170

Somos deveras limitados ainda. Deveríamos ser proibidos de criar ou vender expectativa.

169

A ingenuidade não escolhe idade.

25.3.08

168

Com qual vaidade você mente o medo?
Com qual desejo você dorme e mora?
Com qual sorriso você doma o pranto?
Com quais verdades você vai embora?

20.2.08

165

Respirar, pensar, fechar os olhos, seguir...

164

Rimar é tão fácil quanto fingir.
Quero ver sentir, de fato,
A dor que deveras sente
Sem mentir.

163

Vem com samba e saudade,
batendo pandeiro e vontade
que o sorriso é de mentira,
mas o grito é de verdade.